Turismo sexual não é mais exclusividade masculina

Uma amiga minha que tinha viajado pelo Senegal comentou ter visto turismo sexual feminino, que era explícito por lá.

Duas semanas depois, fui à turismo para Zanzibar na Tanzania, chegando lá vi que quase todos os turistas eram europeus, sendo que a grande maioria italianos e destes, algumas mulheres viajando sozinhas.

Essas mulheres se hospedavam em ótimos hotéis na beira da praia e eram abordadas por locais (que lá são conhecidos como “Beach Boys” e que andam com trajes bem exóticos)

Eles oferecem passeios de barco, artesanato e acompanhar como guia turistico.

Contratamos um mais normal, sem esses trajes exóticos, para nos mostrar a vila de pescadores da ilha.

Enquanto estávamos caminhando vi uma garota muito bonita e com no máximo 20 anos de idade, caminhando de mãos dadas com um destes Beach boys e perguntei para o guia se era o que eu imaginava, e ele confirmou que lá muitas européias vão em busca de sexo.

E que isso estava aumentando muito os números de casos de Aids na ilha.

O que causa um contraste maior ainda é o fato da grande maioria da população da ilha, cerca de 95%, ser muçulmana, muito conservadores, sempre de burca, inclusive quando entram no mar.

Estas cenas realmente me chocaram.

Zanzibar tem tudo para ser um paraíso, mas esses Beach Boys, estragam esta ilha, não apenas pelo fato da prostituição, isso até é tolerável, o grande problema é que você não pode chegar perto da praia que eles grudam em você, e não adianta ignora-los.

Este é um problema geral aqui na África, qualquer artesanato que você pensa em olhar eles grudam no seu pé, se nos deixassem a vontade, com certeza consumiríamos muito mais.

6 comentários sobre “Turismo sexual não é mais exclusividade masculina

  1. Cara que viagem esses caras fatasiados !!!!

    E ainda mais meninas jovens indo lá comprar sexo

    Se ainda fosse umas velhas caídas, ainda vá !!! Afinal a prostituição é a mais antiga das profissões, é o que dizem…..

    Agora bem interessante duas coisas que vc menciona no post , um é a quantidade , digo aumento , de doenças sobre a população local e a outra coisa é a exclusão social ou mesmo bagunça na sociedade , pois se a maioria é muçulmana , deve com certeza excluir os Beach boys do convívio.
    Mas continue mandando seus post Ale , são super bem vindos

    Abraxxxx

  2. Não sei se o local é conhecido pelo turismo sexual feminino… mas, vi duas americanas fazendo a mesma coisa na Jamaica… e pela total falta de cerimônia, já que o convite delas para “um drink e uma conversa mais intima no hotel”, com direito a: “se é que vocês estão entendendo o que estamos falando” foi aceito pelo instrutor e seu ajudante, na frente de mais três pessao que estavam ali exclusivamente para andar de parasail (o/ ), me pareceu ser uma coisa bem comum….

  3. Me parece uma noticia plantada, até mesmo porque, na foto aparecem fotos de jovens lindas da suiça, suécia, holanda. Certamente elas não precisariam ir até a África para procurar turismo sexual, nem tão pouco pagar por isso !!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s