RSS

1.200km numa BMW em 2 dias

11 abr

Esta semana realizei um sonho de infância, fazer uma viagem de moto acampando pelo caminho.

Fui sozinho, com uma BMW F650GS, uma barraca e uma bela e pesada mochila.

Imagem

Saí de Joanesburgo, na África do Sul e fui em direção a Panorama Route, no norte do país.

Esta rota é considerada uma das 10 maiores atrações da África do Sul, ela fica na região do Blyde River Canyon, o maior cânion verde do mundo, e vai até o Krugger Park.

Minha primeira parada foi após 266km em Waterval Boven, uma pequena cidade que tem uma magnífica cachoeira e um antigo túnel de trem desativado.

Por sorte os seguranças autorizaram que eu entrasse no túnel com a moto, muito legal.

Depois fui para Sudwala Caves, um conjunto de cavernas considerado um dos mais antigos do mundo, vale a pena uma visita guiada, eles tem muitas histórias para contar.

Aproveitei para almoçar por lá.

Próxima parada foi o Three Rondavels, três montanhas maravilhosas.

É um precipício inacreditável, um sonho para quem faz base jump, que não é o meu caso.

Antes, passei por God’s Window e o Pinnacle Rock, mas como estava com a mochila muito pesada, não entrei para ver, resolvi que voltaria no dia seguinte para apreciar com calma.

A maioria das atrações, como a vista para estas montanhas é paga, muito barato, por volta de R$ 2,00.

Após esta vista, fui para o Forever Resorts Blyde Canyon, um resort com chalés, restaurante e uma área para camping.

Totalizando 500km no primeiro dia.

Foi a primeira vez que acampei na vida, confesso que não gostei muito, talvez por estar sozinho.

O camping estava meio vazio, passei um pouco de frio e fiquei um pouco amedrontado, apesar de ser em um resort fechado, durante a noite é muito silêncio, quebrado apenas pelos gritos dos babuínos e pelo vento.

Na manhã seguinte fui ver o nascer do sol em uma montanha no camping que tem vista para o cânion e depois voltei para ver o God’s Window e o Pinnecle, mas infelizmente tinha uma neblina muito densa que não se enxergava dois metro à frente.

Dica: se passar por lá e o dia estiver aberto, NUNCA deixe para depois! 😦

Então fui para Lisbon Falls, Berlin Falls e Bourke’s Luck Potholes, uma formação do rio, onde a correnteza fez diversos buracos redondos nas rochas, nunca vi nada igual.

Voltei para o camping e recolhi tudo para a próxima parada, The Big Baobab, uma árvore gigante com aproximadamente 6.000 anos, ela é a única no mundo com um bar dentro.

Lá também é um camping, onde pretendia dormir, e ficava a apenas uns 180 km do resort.

Mas no meio do caminho recebi uma ligação da minha faxineira, dizendo que estava em casa e não conseguia trancar a porta de jeito nenhum, não tendo outra opção, achei melhor pedir para ela encostar a porta e voltar para casa.

Como já tinha feito um passeio grande pela manhã, o dia totalizou 700km, muito cansativo, foram quase 13 horas na moto com algumas paradas.

Mas o sonho foi realizado e pretendo voltar de carro com a minha mulher para ver este cenário novamente.

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

Imagem

Anúncios
 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Uma resposta para “1.200km numa BMW em 2 dias

  1. joao de santis

    11 de abril de 2012 at 21:50

    CABRA MACHO
    É ESTE O ALE, MEU GENRO
    SE ESTIVESSE AI, IRIAMOS JUNTOS………O SOGRO TBEM É CABRA MACHO

    ABRAÇOS

    JOAO

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: