RSS

Arquivo da categoria: Adriana Bittar

10 lugares imperdíveis em Joanesburgo por Adriana Bittar

Eu morei em Joanesburgo dois anos. Tenho um carinho imenso por essa cidade da qual muitos fogem em roteiros turísticos pela África do Sul. E é exatamente por essa impressão errada que as pessoas costumam ter de lá que eu resolvi estrear a seção falando sobre Joburg.

mandelasquare

Eu e meus pais na Mandela Square

É nessa praça que fica a famosa estátua de bronze de Nelson Mandela. A Nelson Mandela Square é conectada a um dos Shoppings mais conhecidos da cidade, o Sandton City, que aliás, eu adooooro! Não dá pra ir a Joanesburgo e não tirar uma foto ao lado da estátua de Madiba, como ele é carinhosamente chamado por lá. Ela é monumental: tem 6 metros de altura. Depois de tirar, ou melhor, tentar enquadrar a estatua pra caber na foto, vale almoçar ou jantar na praça. Tem vários restaurantes incríveis. Meus favoritos: The Butcher e Montego Bay.

Arts On Main é um mercado de comida de rua e design criativo. Um lugar super descolado que funciona num galpão no centro de Joanesburgo. Aliás, o lugar faz parte da revitalização de downtown, que por ser uma área bastante deteriorada não costumava atrair muitos visitantes. Lá você encontra de tudo: roupas de jovens estilistas, enfeites para casa, bijuterias, artesanatos modernos, além de muitas comidinhas deliciosas.
Funciona só aos domingos , das 10h00 às 15h00.

lionpark

Essa foto foi durante a Copa de 2010. Estou na área de filhotes do Lion Park

Esse é um dos principais pontos turísticos de Joanesburgo. Todo brasileiro que mora na cidade leva os visitantes para conhecer o Lion Park porque é realmente imperdível. São várias atrações. Você pode fazer um mini-safári com o seu próprio carro ou em grupo, com o veículo do parque. Pode alimentar girafas e interagir com filhotes de leão. Pagando um valor à parte, você pode caminhar ao lado de guepardos e leões. Uma dica: vá na hora do almoço dos “bichanos”, perto do meio-dia. É incrível ver os predadores em ação. Aberto todos os dias das 8h00 às 21h00.

museudoapartheid

Museu do Apartheid

Já na entrada uma reflexão. Você vai ter uma ideia do que foi o Apartheid para os sul-africanos. O bilhete comprado indica aleatoriamente se você segue pela entrada de “brancos” ou “não brancos”.  Lá dentro do Museu do Apartheid, 22 painéis contam toda a história do regime racista que persistiu por 42 anos, de 1948 a 1990. Há também objetos e filmes. Imperdível para quem gosta de história e quer entender um pouco mais dessa passagem tão cruel do País. Reserve metade do dia para o passeio, pois há muita coisa pra ver e o lugar é um pouco afastado.

melrosearch

O Melrose Arch é um complexo que engloba lojas de rua, um pequeno shopping, restaurantes, uma praça super gostosa e alguns hotéis de luxo. Já vou logo avisando que boa parte do comércio dali pode ser encontrada em outros pontos de Joanesburgo. Mas o local é tão charmoso que vale a visita. Bater perna, tomar um café e conhecer um pouco mais da cidade. Por que não?

montecasino

A Praça Central do Montecasino que dá acesso aos hotéis. Foto: Alexandre Suplicy

Como o próprio nome diz Montecasino é um cassino de verdade. Eu só me arrisquei até hoje nas maquininhas…  Mas se você não gosta de apostar vai ter muito o que fazer por lá. O complexo lembra uma vila italiana, desde o chão até o teto, pintado como se fosse o céu da Toscana. Há restaurantes de todos os tipos, cinema, teatro, games e claro… lojas. Na área externa acontecem alguns eventos super bacanas e há também bares e restaurantes.

botanicalgarden

Um piquenique no Jardim Botânico

Pra quem adora verde e natureza fica a dica do Emmarentia Park and Botanical Gardens. São 7 jardins diferentes, entre eles o de Ervas, de Suculentas, de Rosas e o Jardim de Shakespeare. Alguns só podem ser visitados com horário agendado. Você pode alimentar os gansos e fazer caminhada. Mas o melhor programa, pra mim, é ir ao Jardim Botânico para  um piquenique, costume bem típico dos sul-africanos. Outro detalhe que amo é o horário de funcionamento: do nascer ao pôr-do-sol.

feirinhaderosebank

Escolhendo uma máscara africana

O melhor lugar pra comprar artesanato, lembrancinhas, enfeites e exercitar a arte de pechinchar!!!! Pechinchar muito… E não se preocupe, pois os vendedores adoram negociar. Se você se fizer de difícil então… Vai sair da Feirinha de Artesanato de Rosebank com ótimas aquisições. Aliás, é impossível ir embora sem ao menos comprar um animal entalhado na madeira ou um colar. Leve dinheiro trocado. É mais fácil ganhar desconto.

cradleofhumankind

No Museu do Cradle of Humankind. Foto: Alexandre Suplicy

A área de 47 mil hectares é impactante não pelo tamanho e sim por sua importância na história. O lugar foi declarado Patrimônio Histórico pela UNESCO, em 1999. O Cradle of Humankind ou O Berço da Humanidade engloba um complexo de cavernas e um Museu. Foi na caverna de Sterkfontein que o fóssil da “sra. Ples”, de 2.3 milhões de anos foi encontrado, na década de 40. Lá também já foram encontrados mais de 1500 fósseis de hominídeos, os nossos ancestrais. O Museu tem uma exposição de fósseis originais e réplicas dos hominídeos. O lugar é simplesmente incrível e leva você a uma viagem sensorial pelo tempo. Vale a pena fazer todos os passeios: os locais de escavação, as cavernas e o Museu. Vá com sapatos confortáveis e leve um casaco para aguentar o friozinho da caverna.

soweto

Orlando Towers. Foto: Alexandre Suplicy

Muita gente me pergunta se vale a pena conhecer o Soweto, por ser uma favela e a gente aqui no Brasil já estar bem familiarizado com elas. A minha resposta é sempre: Sim. Sim. Sim. Vale muito a pena! Primeiro porque o Soweto não tem nada a ver com o que a gente já conhece. Segundo porque ele é parte importante da história e da cultura de um País. Terceiro porque o Soweto é  hype, moderno, descolado e seguro! Você com certeza vai se surpreender e se divertir. Há museus, como o Mandela House, onde Nelson Mandela viveu por 16 anos e, na mesma rua a casa do arcebispo Desmond Tutu. Aliás, a Vilakazi Street é a única rua do mundo onde já viveram dois ganhadores do Prêmio Nobel da Paz. É possível experimentar comidas típicas, saltar de Bungee Jump na colorida Orlando Towers ou ainda assistir a uma partida de futebol entre Kaizer Chiefs e Orlando Pirates, o clássico local.

 

 

 

Tags: , , , , , ,

Um incrível safari em Botswana

Agora em maio fiz um incrível selfdrive safari com uma Hilux em Botswana, passando por Kubu Island, Moremi, Okavango Delta, Savuti, Chobe e Nata Reserve.

Depois vou colocar um post detalhando a viagem com diversas dicas.

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Vídeo

2 anos morando na África do Sul

Em dezembro de 2012, após 2 anos morando em Joanesburgo retornei para o Brasil.
Foi uma experiência incrível, recomendo muito!
É ótimo para abrir a cabeça, melhorar o inglês, conhecer novas culturas e pensar em novas oportunidades.
Este vídeo é uma retrospectiva desses 2 anos que morei com a minha mulher lá na África do Sul.

Ainda tenho muitas dicas que pretendo postar aqui.
Através deste blog fiz muitas amizades e conheci pessoas maravilhosas.

Aqui varias fotos que fiz por lá: http://instagram.com/alesuplicy

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Presevar os animais e a natureza da África através da arte

Em agosto viajamos para Botswana, uma viagem incrível!

Pretendo fazer 3 posts sobre este país maravilhoso.

Este primeiro é sobre um dos projetos que a minha prima Janaina Matarazzo desenvolve por lá há 4 anos.

NATURE INSPIRES LIFE – Traduzindo, “A natureza inspira a vida”

Desde que se mudou para Botswana, em 2008, Janaina tem sido inspirada pela beleza da natureza e da urgente necessidade de conservação da vida selvagem. Por isso, ela criou a “Nature inspires Life”, um conceito que mistura fotografia, design e arte para levar essa mesma inspiração para outras pessoas e alertar o mundo sobre a importância da sustentabilidade.

O projeto de arte, por exemplo, insere a população local e os indígenas de Botswana na indústria do turismo. Além de aprenderem uma nova atividade eles percebem que não é preciso interferir na vida selvagem para se sustentar.

No dia que fomos lá eles estavam fazendo trabalhos de PAPER MACHE e uma pulseira linda!

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

UM CASAL, UMA MOTO, POUCA BAGAGEM E MUITAS RECORDAÇÕES

VIAJAR DE MOTO NA ÁFRICA DO SUL ERA UM SONHO DE INFÂNCIA.

EU E A ADRIANA, MINHA MULHER, COMEÇAMOS PELO PLANEJAMENTO DA NOSSA AVENTURA. A FLAP TUR NOS AJUDOU A ORGANIZAR O ROTEIRO E A LOCALIZAR UMA EMPRESA QUE LOCA MOTOCICLETAS.

OPTAMOS POR UMA BMW R1200 GS, POR SER MAIS CONFORTÁVEL PARA QUEM VAI NA GARUPA E TAMBÉM POR ACOMODAR TRÊS BAÚS PARA AS BAGAGENS. MESMO ASSIM NÃO PUDEMOS EXAGERAR NA QUANTIDADE DE ROUPAS E ACESSÓRIOS. MAS TUDO BEM PORQUE A PROPOSTA DA VIAGEM ERA MESMO POUCA FRESCURA E MUITA EMOÇÃO.

SAÍMOS DA CIDADE DO CABO COM DESTINO A GARDEN ROUTE, UM DOS DESTINOS MAIS FAMOSOS DA ÁFRICA DO SUL.

NOSSA PRIMEIRA PARADA FOI EM CAMPS BAY, UMA PRAIA SUPER TRANSADA AO SUL DA CIDADE DO CABO. SÃO DIVERSOS RESTAURANTES BADALADOS E MUITA GENTE BONITA.

SEGUIMOS PARA O CABO DA BOA ESPERANÇA. FOI EMOCIONANTE ESTAR EM LUGAR QUE ESTUDAMOS NAS AULAS DE HISTÓRIA, NA ÉPOCA DO COLÉGIO.

O CAPE OF GOOD HOPE ERA A ROTA PARA O ORIENTE.

VENTA MUITO E É PRECISO TER PIQUE PARA SUBIR ATÉ O FAROL. MAS O ESFORÇO VALE A PENA.

NA SAÍDA FOMOS SURPREENDIDOS POR UMA FAMÍLIA INTEIRA DE BABUÍNOS BEM NO MEIO DA ESTRADA. APROVEITAMOS PARA TIRAR MUITAS FOTOS.

MAS ESTÁVAMOS MESMO ANSIOSOS PARA CHEGAR EM CABO DAS AGULHAS.

FORAM MAIS 300 QUILÓMETROS DE ESTRADA.

ESTE É O PONTO MAIS AO SUL DO CONTINENTE AFRICANO. É AQUI TAMBÉM QUE OS OCEANOS ÍNDICO E ATLÂNTICO SE ENCONTRAM. NÃO DEIXE DE TIRAR UMA FOTO NO LOCAL.

A CIDADE DE CAPE AGULHAS É PEQUENA PORÉM MUITO ACOLHEDORA E COM RESTAURANTES DELICIOSOS. FICAMOS NUMA POUSADA MUITO GOSTOSA E NOSSO QUARTO TINHA VISTA PARA O FAROL DE AGULHAS. FOI INESQUECÍVEL.

NO DIA SEGUINTE FOMOS, LOGO CEDO, CONFERIR DE PERTO O FAROL. É UM PROGRAMA IMPERDÍVEL. E PODE NÃO PARECER, MAS PARA SUBIR ATÉ A LANTERNA É PRECISO TER CORAGEM! O VENTO É TÃO FORTE QUE É ATÉ DIFÍCIL FICAR EM PÉ!

A GARDEN ROUTE SE ESTENDE ATÉ O STORMS RIVER, PRÓXIMO A JEFFREY’S BAY, MAS INFELIZMENTE NOSSO TEMPO ERA CURTO, ENTÃO RESOLVEMOS VOLTAR PELO INTERIOR.

PASSAMOS UMA NOITE EM MONTAGU. E A POUSADA ESCOLHIDA PELA FLAP TUR FOI UM ACHADO. UM CENÁRIO CAMPESTRE EM PLENA CIDADE. GALINHAS D’ANGOLA, CAVALOS, CÃES E GATOS SÃO OS ANFITRIÕES PERFEITOS PARA QUEM CURTE O CONTATO COM A NATUREZA.

MONTAGU FICA NA ROTA 62, MAIS CONHECIDA COMO A ROTA DOS VINHOS.

AS ESTRADAS SÃO UM TAPETE. MUITO BEM CONSERVADAS E SEGURAS. A CADA CURVA UMA PAISAGEM DE TIRAR O FÔLEGO.

EM CADA PARADA ENCONTRÁVAMOS TURISTAS DO MUNDO TODO. GENTE DE TODAS AS IDADES. E MUITOS EM DUAS RODAS, COMO A GENTE.

FRANSCHHOEK É UMA PARADA OBRIGATÓRIA. PROVAVELMENTE A CIDADE MAIS CHARMOSA DO ROTEIRO. VINÍCOLAS, RESTAURANTES PREMIADOS E LOJINHAS DE ARTESANATO SÃO UM CONVITE À UMA EXPERIÊNCIA CULTURAL E GASTRONÓMICA.

OUTRA OPÇÃO PARA OS AMANTES DOS BONS VINHOS É STELLENBOSCH, UMA PEQUENA CIDADE UNIVERSITÁRIA. AS CONSTRUÇÕES DA ÉPOCA DA COLONIZAÇÃO INGLESA NOS LEVAM POR UMA VIAGEM AO PASSADO.

MAS OPTAMOS POR FAZER A DEGUSTAÇÃO DE VINHOS EM CONSTANTIA. É LÁ QUE FICA A VINÍCOLA MAIS ANTIGA DA REGIÃO. EM GROOT CONSTANTIA ERA PRODUZIDO O VINHO PREFERIDO DE NAPOLEÃO BONAPARTE. O VIN DE CONSTANCE, UM VINHO DE SOBREMESA QUE EXISTE ATÉ HOJE E É UM DOS GRANDES SUCESSOS DA VINÍCOLA.

VIR ATÉ A ÁFRICA DO SUL E NÃO FAZER UM WINE TASTING É IMPERDOÁVEL. A MAIORIA É DE GRAÇA OU POR UM PREÇO SIMBÓLICO. É INTERESSANTE CONHECER MAIS DE UMA FAZENDA DE UVAS PORQUE ATUALMENTE CADA UMA USA UM PROCESSO DIFERENTE PARA A PRODUÇÃO DOS CONCEITUADOS VINHOS SUL-AFRICANOS. ALGUMAS SÃO TOTALMENTE MECANIZADAS E OUTRAS AINDA FAZEM TUDO À MODA ANTIGA.

FORAM QUATRO DIAS, 850 QUILÓMETROS E CENTENAS DE FOTOS. UM SONHO REALIZADO E UMA VIAGEM QUE EU RECOMENDO!

Aqui está o contato das pousadas e da empresa que loca as motos, eles tem escritório em Cape Town e Johannesburg.

BMW – Motorrad Executive Rentals

http://www.motorradrentals.com/

Office : +27 11 826 2522

After Hours: +27 83 2277 140

info@motorradrentals.com

 

Pousada em Montagu

Aasvoelkrans B&B

http://www.aasvoelkrans.co.za

 

Pousada em Cape Agulhas

Villa@Cape Agulhas

http://www.villacapeagulhas.co.za/

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Imagens incríveis da amizade de um cachorro com um leão.

Fomos a reserva de Tshukudu a 500 quilômetros de Joanesburgo para fazer uma matéria sobre a amizade de um cão e um leão.

Foi até agora a experiência mais emocionante que tive aqui na África!

Clique aqui para ver o video no site da Record:

http://videos.r7.com/r7/service/video/playervideo.html?idMedia=4f3866163d14e7a2e7a07917&idCategory=61&embedded=true

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Um ano morando na África

Semana que vem faz um ano que estou morando em Johannesburg na África do Sul com a minha mulher Adriana Bittar.

Foi um ano muito intenso com muitas novidades, aventuras e emoções.

Passamos por muitas dificuldades e contamos com novas amizades para superá-las, amizades que tenho certeza que serão para sempre.

E acho que o nosso maior aprendizado aqui é que precisamos viver pensando mais em nós mesmos, e não no que os outros vão achar.

Se você tiver caráter, não importa como você vai se vestir ou onde você vai comer, o que importa é se você vai estar feliz desta forma.

Não significa que temos que abrir mão de comprar uma coisa de marca ou de ir jantar em um restaurante mais sofisticado. Mas se assim fizermos, isso não pode se tornar uma obrigação. Precisa ser um prazer.

Recomendo muito que todos procurem uma forma de viver fora do seu País por pelo menos 6 meses, e assim ter tempo de repensar na vida e avaliar se o rumo que ela tomou era o que você sonhava.

Pode ter certeza que ainda há tempo de mudar.

Uma frase na qual procuro me guiar é:

“life’s a journey not a destination”

Nossa experiência está sendo incrível e ainda temos um ano pela frente…

Fiz um video para tentar resumir nosso 2011:

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,