RSS

Arquivo da tag: Columbia

Tugela Falls – Segunda cachoeira mais alta do mundo

Quarta-feira fui de moto para Tugela Falls, a segunda mais alta cachoeira do mundo.

Ela só perde para Angel Falls na Venezuela, e por poucos metros, ela tem 948 m contra 979 m da Venezuela.

Fica em KwaZulu-Natal na cordilheira de Drakensberg na fronteira com o Lesotho.

É um lugar maravilhoso, as montanhas cobertas de neve não lembram em nada a África do Sul.

Ela é muito pouco divulgada, mas agora está sobre nova direção que promete equipar melhor o lugar.

São 360km de Johannesburg, numa rota maravilhosa.

Para entrar no parque, você paga por volta de R$ 10,00 e lá você tem 3 opções, passar o dia, dormir no lodge ou dormir na base que tem no início da trilha, lá é apenas um quarto com cerca de 5 beliches e um banheiro, não tem luz elétrica e é congelante, como não fui preparado com sleeping bag e cobertor optei pelo lodge, custa cerca de R$ 100,00 por noite com café da manhã.

A caminhada tem cerca de 14 km para ir e mais 14 km para voltar, é íngreme e  bem esburacada.

Como fui sozinho e cheguei por volta das 14h, achei melhor não fazer a trilha completa neste dia, andei por volta de 16 km no total.

Para minha surpresa, no meio do caminho encontrei uma equipe de televisão fazendo um documentário e o apresentador é o Charley Boorman, um louco que já tinha que eu já havia visto no documentário Long Way Down, no qual ele vai da Escócia até a Africa do Sul de moto com o ator Ewan McGregor.

Comprei o DVD deste documentário antes da minha viagem pela Garden Route.

Este novo documentário se chama Extreme Frontiers – South Africa.

Ele e sua equipe foram muito simpáticos, eles foram equipados para passar a noite na cachoeira, uma loucura, nesta noite a temperatura chegou há -3 graus.

No dia seguinte peguei a trilha bem cedo, e após 16 km caminhando, me deparei com uma escada muito longa e perigosa na subida final.

Como estava sozinho, achei prudente não continuar, mas por sorte escutei a equipe que estava retornando, eles falaram para eu não prosseguir, pois era muito perigoso e a vista era pouco diferente de onde eu estava.

Então retornei com eles, o passeio é maravilhoso, vale muito a pena, mesmo que seja apenas para fazer os primeiros metros da trilha.

Espero retornar lá com mais companhia, para alcançar o cume.

Alguém interessado?

Anúncios
 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

1.200km numa BMW em 2 dias

Esta semana realizei um sonho de infância, fazer uma viagem de moto acampando pelo caminho.

Fui sozinho, com uma BMW F650GS, uma barraca e uma bela e pesada mochila.

Imagem

Saí de Joanesburgo, na África do Sul e fui em direção a Panorama Route, no norte do país.

Esta rota é considerada uma das 10 maiores atrações da África do Sul, ela fica na região do Blyde River Canyon, o maior cânion verde do mundo, e vai até o Krugger Park.

Minha primeira parada foi após 266km em Waterval Boven, uma pequena cidade que tem uma magnífica cachoeira e um antigo túnel de trem desativado.

Por sorte os seguranças autorizaram que eu entrasse no túnel com a moto, muito legal.

Depois fui para Sudwala Caves, um conjunto de cavernas considerado um dos mais antigos do mundo, vale a pena uma visita guiada, eles tem muitas histórias para contar.

Aproveitei para almoçar por lá.

Próxima parada foi o Three Rondavels, três montanhas maravilhosas.

É um precipício inacreditável, um sonho para quem faz base jump, que não é o meu caso.

Antes, passei por God’s Window e o Pinnacle Rock, mas como estava com a mochila muito pesada, não entrei para ver, resolvi que voltaria no dia seguinte para apreciar com calma.

A maioria das atrações, como a vista para estas montanhas é paga, muito barato, por volta de R$ 2,00.

Após esta vista, fui para o Forever Resorts Blyde Canyon, um resort com chalés, restaurante e uma área para camping.

Totalizando 500km no primeiro dia.

Foi a primeira vez que acampei na vida, confesso que não gostei muito, talvez por estar sozinho.

O camping estava meio vazio, passei um pouco de frio e fiquei um pouco amedrontado, apesar de ser em um resort fechado, durante a noite é muito silêncio, quebrado apenas pelos gritos dos babuínos e pelo vento.

Na manhã seguinte fui ver o nascer do sol em uma montanha no camping que tem vista para o cânion e depois voltei para ver o God’s Window e o Pinnecle, mas infelizmente tinha uma neblina muito densa que não se enxergava dois metro à frente.

Dica: se passar por lá e o dia estiver aberto, NUNCA deixe para depois! 😦

Então fui para Lisbon Falls, Berlin Falls e Bourke’s Luck Potholes, uma formação do rio, onde a correnteza fez diversos buracos redondos nas rochas, nunca vi nada igual.

Voltei para o camping e recolhi tudo para a próxima parada, The Big Baobab, uma árvore gigante com aproximadamente 6.000 anos, ela é a única no mundo com um bar dentro.

Lá também é um camping, onde pretendia dormir, e ficava a apenas uns 180 km do resort.

Mas no meio do caminho recebi uma ligação da minha faxineira, dizendo que estava em casa e não conseguia trancar a porta de jeito nenhum, não tendo outra opção, achei melhor pedir para ela encostar a porta e voltar para casa.

Como já tinha feito um passeio grande pela manhã, o dia totalizou 700km, muito cansativo, foram quase 13 horas na moto com algumas paradas.

Mas o sonho foi realizado e pretendo voltar de carro com a minha mulher para ver este cenário novamente.

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

Imagem

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Outlets em Joanesburgo

O outlet mais conhecido aqui de Johannesburg é o Woodmead.

Um bairro próximo a Sandton onde têm 3 complexos com diversas lojas, inclusive um Makro.

Nem todas as lojas são outlet, mas algumas têm ótimos preços como a Nike, a Cape Union, New Balance, Columbia e a Diesel.

Tem também diversas lojas de decoração, eletrônicos, coisas para festas e supermercados.

O Makro vende eletrodomésticos, audio e video, outdoor, decoração, artigos esportivos, roupas e comidas, além de uma sessão enorme de bebidas.

E para comer tem algumas lanchonetes.

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Compras em Johannesburg

Outro post de shopping, mas este é o que eu gosto mais.

Sandton City Mall, ele já era um dos mais completos da cidade e na semana passada abriram 69 novas lojas, inclusive a primeira Zara da África do Sul (com preços quase que a metade do Brasil).

É dentro dele que fica a Mandela Square, onde está a estátua do Nelson Mandela e vários restaurantes deliciosos, como o Montego Bay (os melhores frutos do mar que comi aqui).

Entre as lojas, adoro a Cape UnionIStore Apple, Edgar’s e Stuttafords (para comprar roupas de diversas marcas), livrarias, MAC (cosméticos para mulheres), a @home (de decoração), a Le Creuset, o Woolworths, a Incredible Connection, a farmácia Clicks, Diesel, diversas lojas de fotografia… Mas a minha preferida é a Due South que tem tudo para outdoor e vende Columbia e The North Face por preços infinitamente menores que no Brasil.

E não se esqueça que ainda tem o tax refund. Você apresenta, no aeroporto, as notas de compras e os respectivos produtos para receber o imposto pago de volta (14%).

Há outras lojas onde não costumo comprar mas vale citar: Louis Vuitton, Cartier, Montblanc entre outras do tipo.

É um dos shoppings que fica aberto até mais tarde, o horário de funcionamento é:

Segunda – Quinta: 9am – 7pm

Sexta e Sábado: 9am – 8pm

Domingo: 9am – 6pm

Feriados: 9am – 5pm

Mas algumas lojas como a Edgar’s, Musik e a Stuttafords ficam abertas até as 8pm e cinemas e restaurantes até umas 10pm.

Só acho que falta uma Boardmans, a Sony Centre e a The Digital Experience, a melhor loja de fotografia daqui, que fica no Fourways Crossing.

Além disso ainda tem 4 hotéis super sofisticados e acesso ao Gautrain (o trem que vem do aeroporto, que é muito bom e seguro)

Boas compras!

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Shopping Center – Melrose Arch

Um dos meus Shoppings preferidos aqui é o Melrose Arch, na verdade ele é um complexo com hotéis, restaurantes, lojas, apartamentos e escritórios.

O lugar é muito bonito, tem ótimas lojas, mas não as mais populares além de restaurantes deliciosos por um preço muito bom, inclusive para quem quer um restaurante típico tem o Moyo, mas o meu preferido é o Grand Central.

O lugar é muito agradável para ir tanto de dia quanto à noite.

Minhas lojas preferidas são: IStore Apple, Sony Store, Edgar’s (para comprar roupas de diversas marcas), Boardmans, livrarias, MAC (cosméticos para mulheres), a @home (de decoração) e a Due South (de roupas e acessórios para camping, onde você acha North Face e Columbia)

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,